A Escola Básica dos 2º e 3º Ciclos do Estreito de Câmara de Lobos através da delegada do grupo 700 - EE, professora Cristina Vares Rosário inscreveu-se no passatempo dinamizado pelo Caniço Shopping em parceria com o Instituto de Floresta e Conservação da Natureza intitulado “Vamos decorar o Caniço Shopping de mãos dadas com a natureza”. Este passatempo tem como principal objetivo a decoração do shopping recorrendo a utilização de materiais recicláveis.

À nossa escola coube a decoração de uma árvore grande. A mesma foi decorada com anjos elaborados pelos alunos do 2º ciclo com necessidades educativas. Para esta iniciativa foi valiosa a colaboração da docente do grupo 240 Anabela Chaves, que mostrou desde o início disponibilidade para ajudar tanto na elaboração do molde do anjo bem como na montagem da decoração, que teve lugar no dia 14 de novembro naquela superfície comercial.

Convidamos a nossa comunidade educativa a visitar o Caniço Shopping até ao dia 9 de janeiro para ver não só a nossa árvore bem como toda a decoração alusiva à época festiva.

Na passada quarta-feira, dia 13 de novembro, os alunos participantes no Prémio Infante D. Henrique foram ao Salão Nobre da Câmara Municipal de Câmara de Lobos, onde foram recebidos pelo Dr. Pedro Coelho, presidente da Câmara, e pelo SAR  Duque de Bragança, patrono nacional do Prémio,   com o intuito de assistir à cerimónia de  formalização das atividades que irão conduzir os jovens participantes do concelho à realização do referido Prémio.

O Prémio Infante D. Henrique é um programa internacional de desenvolvimento pessoal e social, dirigido a  jovens com idades compreendidas entre os 14 aos 25 anos de idade, que promove o seu desenvolvimento  como cidadãos ativos, participativos, estimulando o contributo  positivo na sociedade dos nossos dias.

O Programa existe em mais de 100 países, contando com a participação de  mais de  6 milhões de Jovens .

Através do Prémio, os jovens adquirem competências essenciais para o seu percurso de vida: autoconfiança, autoestima, responsabilidade, cidadania ativa, liderança, trabalho em equipa, motivação, comunicação e respeito pelo outro e pelo meio.

Assim, juntamente com alunos de outras duas escolas do concelho, dez alunos do 9º B, acompanhados  pelas  monitoras do Prémio, professoras Sónia Bastos e Cláudia Gomes, e do Presidente do Conselho Executivo da EBECL, professor António Mendonça, assistiram ao discurso das entidades, bem como à assinatura formal da licença do Núcleo Operacional de Câmara de Lobos do Prémio Infante D. Henrique.

Foi uma manhã diferente que serviu como “entrada com o pé direito” neste prémio de enorme prestígio nacional e internacional.

 

Às 11h15 do dia 15 de novembro de 2019 a terra tremeu… e a nossa comunidade escolar realizou os três gestos que salvam – baixar, proteger e aguardar, durante a ocorrência de um sismo.

Muitas zonas do globo são propensas a sismos e Portugal é um território com zonas particularmente sensíveis a este risco. Podemos estar em qualquer lado quando começar um sismo, assim, devemos estar preparados para enfrentar uma situação deste tipo e recuperar dela rapidamente.

A Escola Básica dos 2º e 3º Ciclos do Estreito de Câmara de Lobos participou na iniciativa promovida pela Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil, denominada “A Terra Treme”. Esta iniciativa já vai na sétima edição e procura chamar a atenção para o risco sísmico e para a importância de comportamentos simples que os cidadãos devem adotar em caso de sismo, mas que podem salvar vidas.

Com a duração de 1 minuto, todos os participantes executaram os três gestos que salvam: BAIXAR, PROTEGER E AGUARDAR.

No passado dia treze de novembro realizou-se na biblioteca da escola a apresentação da obra "A vida de São Martinho", com a presença do autor, Cónego Marcos Gonçalves e do ilustrador, Nelson Henriques. Esta atividade resultou de uma parceria entre a Coordenação e Dinamização da Biblioteca, as monitoras do Clube de Informática, e a docente de Educação Moral e Religiosa Católica do 6.ºB.

Para complementar a atividade foi promovida uma exposição de trabalhos (biografia e ilustrações) da autoria dos alunos do 6.ºB, que também foram ativos intervenientes na atividade, assim como uma exposição de ilustrações, esboços e peças gentilmente facultadas pelo ilustrador.

Afim de verificar os conhecimentos dos alunos sobre a obra foi dinamizado um questionário sobre a obra, utilizando a ferramenta Kahoot.

O interesse e entusiasmo dos alunos foi a nota alta desta atividade.

Bem hajam a todos os contribuíram para a consecução desta iniciativa.

 

A Coordenadora e Dinamizadora da Biblioteca – Elisabete Timóteo

As monitoras do Clube de Informática – Marlene Neves & Lídia Henriques

A docente de Educação Moral e Religiosa Católica do 6.ºB – Sílvia Silva

No dia 31 de outubro, celebrámos o Halloween na nossa escola. As atividades alusivas à efeméride resultaram de um Projeto interdisciplinar e transdisciplinar, da iniciativa do conselho da disciplina de Inglês do segundo ciclo. É com um enorme sentimento de alegria, orgulho e gratidão que os docentes de inglês do segundo ciclo se dirigem a todos os intervenientes que aceitaram o desafio e os felicitam, de coração cheio: alunos e professores de várias disciplinas (o projeto abrangeu as doze turmas do segundo ciclo), bem como o pessoal não docente da cantina da escola. Tivemos uma gincana com oito jogos (trabalharam-se, previamente, as regras dos mesmos, procedendo-se à abordagem do texto diretivo/instrucional), um flash mob e, ainda, uma refeição temática na cantina. Decorreram, igualmente, outras atividades ao longo do mês, em sala de aula, desde desafios matemáticos, exploração de vocabulário alusivo ao tema (em português e inglês), análise e tradução do tema "Thriller" de Michael Jackson, a realização de jogos de Halloween na plataforma educativa "Kahoot", bem como a decoração e concurso de abóboras, criação de catrinas e postais, criação de um álbum de fotografias digital para ser divulgado na TV Escola e exploração da origem da festividade. Foi, ainda, estabelecida parceria com o "Eco-Escolas", nomeadamente através do recurso a material reutilizável/desperdício. Todos contribuíram, afincadamente, para proporcionar aos nossos alunos um dia divertido e memorável.  Todos os alunos do segundo ciclo participaram na atividade, tendo sido endereçado convite ao terceiro ciclo para se juntar às comemorações.

Objetivo cumprido! As fotografias falam por si! O nosso sincero obrigado! Juntos somos mais fortes!!

O Conselho da disciplina de Inglês do 2.°CEB

No passado dia catorze de outubro, as turmas A e B do sexto ano tiveram a oportunidade de participar num peddy papper, no âmbito da ação "A deficiência trocada por miúdos", promovida pela Câmara Municipal de Câmara de Lobos, em parceria com a Associação Salvador, no sentido de apelar à sensibilização para a temática da deficiência motora. A referida atividade mereceu a atenção de todos os envolvidos e motivou uma consciencialização, perante a realidade de dois convidados portadores de deficiência física e as dificuldades que enfrentam ao movimentarem-se numa cadeira de rodas, bem como a falta de acessos que os espaços físicos apresentam para as pessoas nesta situação.

Aqui ficam algumas reflexões/aprendizagens dos alunos que vivenciaram esta experiência.

Aprendi que devemos respeitar as pessoas com todas as dificuldades/diferenças que têm. (Diana Beatriz, 6.ºB)

Naquele dia, tocou-me muito ouvir os testemunhos dos convidados. A vida não é bem como pensamos. (Érica, 6.ºA)

Aprendi com os exemplos dos convidados, que pessoas com deficiência só merecem o meu respeito. (Gracinda, 6.ºA)

Hoje sei que a vida tem muitas barreiras. Nós temos de as ultrapassar! (Inês, 6.ºB)

Fiquei espantado, por saber que aquelas pessoas viviam em instituições, porque não podiam ir para as suas casas de cadeira de rodas. (Pedro, 6.ºA)

Aprendi que nem tudo é fácil nesta vida. (Victor, 6.ºB)

As turmas irão manter-se atentas procurando quebrar barreiras.

Clique aqui para visualizar o álbum das fotografias da atividade.

A turma A e B do sexto ano

Estreito+

No âmbito das atividades previstas no Plano Anual de Escola a realizar pelo Grupo de Educação Física, realizou-se no dia 28 de outubro, entre as 8h45 e as 17h30, os Jogos Tradicionais. Esta atividade foi direcionada aos alunos do 2.º e 3.º Ciclos e contou com a participação de 325 alunos (131 do 2.º ciclo e do 3.º ciclo, 194). Baseou-se na realização de diversos jogos adaptados ao contexto escolar, entre os quais: o jogo da tração à corda, da cabra cega, o jogo das cadeiras, das andas, do tiro ao alvo com a mão, da corrida de sacos e o jogo da pontaria certeira.

Para o sucesso desta atividade foi decisiva a incansável colaboração dos alunos da turma 2.º B – Técnico de Desporto. O balanço foi muito bom, tendo os jogos decorrido num ambiente bastante agradável, proporcionando o convívio entre os alunos e professores. Todos os intervenientes cumpriram as regras dos jogos e, no final, todas as equipas participantes saíram vencedoras.

Professores responsáveis,

Ana Fontes Sampaio e Joselino Câmara

Numa altura em que as escolhas alimentares são cada vez mais condicionadas pela publicidade, pela falta de tempo que as rotinas diárias nos trouxeram, e partindo do tema da Alimentação Saudável inerente a Cidadania e Desenvolvimento, no passado dia 16 de outubro, Dia Mundial da Alimentação, a turma G do 6.º ano preparou um local de venda de produtos e receitas saudáveis. Também aderiram ao movimento “World Carrot Lollipop” que pretende, não só lutar e alertar para a obesidade infantil, mas também ajudar a combatê-la. Posteriormente, assistiram a uma palestra sobre “Alimentação Saudável”, ministrada por dois nutricionistas. De seguida, deslocaram-se a um estabelecimento comercial local para procederem à leitura e interpretação dos rótulos alimentares com a ajuda do semáforo nutricional.

Os alunos participaram com muito entusiasmo. A todos os que nos ajudaram, muito obrigado!

6G e Prof. Sónia Bastos

A Confederação Nacional das Associações de Pais (CONFAP), com o apoio da LeYa Educação, lançou uma iniciativa que visa distinguir Escolas Amigas da Criança, que concebem e concretizam ideias extraordinárias, contribuindo para um desenvolvimento mais feliz da criança no espaço escolar. Este projeto surgiu da interligação do tema da Alimentação Saudável, na disciplina de Cidadania e Desenvolvimento, com a realidade pessoal e escolar dos alunos. Deste modo, os docentes em conjunto com os alunos planificaram um conjunto de atividades que permitiram a concretização do “Mercadinho de Natal”. Os alunos foram os responsáveis pela venda de produtos; pela declamação de poesia natalícia; pela atuação musical; pela apresentação da “Lapinha”, entre outras. A nossa escola foi distinguida e recebeu o selo Escola Amiga da Criança em acrílico para afixar na escola no espaço exterior.

O trabalho dos alunos de 6º ano-ano da Escola Básica dos 2º e 3º Ciclos do Estreito de Câmara de Lobos ano letivo 18/19, foi distinguido pelo comité português para a UNICEF e Direção- Geral de Educação, no projeto intitulado "A Maior Lição do Mundo 2018-2019". A distinção resulta do excelente trabalho desenvolvido pelas turmas do 6.º C, 6.º D, 6.º E, 6.º F, 6.º G e 6.º H, sob a coordenação das docentes Mónica Mamede e Joana Matos. Aos alunos e professores, o nosso reconhecimento pelo trabalho realizado.

Clique aqui para aceder ao documento "A Maior Lição do Mundo 2018/2019".

Parceiros Institucionais