No âmbito do Plano Anual de Escola, o grupo 200 levou a cabo a montagem duma “lapinha”, recorrendo a trabalhos elaborados pelos alunos e, tendo em vista a importância da proteção ambiental, o uso de materiais reciclados.

Neste seguimento, contou com o empenho e carinho dos alunos do 2º Ciclo, bem como com o apoio dos docentes de Português do 2º Ciclo.

Mais do que a “lapinha” em si, saliente-se a dedicação e o espírito de colaboração de todos os envolvidos.

O delegado de disciplina do grupo 200

Luís Romão Madruga da Costa

A “Hora do Código” é um “evento global para os alunos de todas as idades tenham contacto com a programação e as ciências da computação e permite-lhes mostrar que programar pode ser fácil e divertido”.

 Esta é uma iniciativa da Code.org, integrada na Computer Science Education Week, que decorreu entre os dias 3 a 9 de dezembro. O conselho de disciplina de informática da nossa escola não podia ficar de fora e alinhou, mais uma vez, em participar nesta iniciativa com várias turmas do segundo e terceiro ciclos e secundário. As atividades realizadas ajudam a desenvolver o raciocínio lógico e matemático. O site das atividades é https://code.org/.

 O Conselho de Disciplina de Informática

No âmbito das atividades previstas no Plano Anual de Escola, o Conselho de Disciplina de Francês participou na atividade dinamizada pelo Departamento de Línguas, “Elaboração de Objetos e Postais de Natal”.

As turmas participantes foram as turmas do sétimo ano de escolaridade, nomeadamente as turmas ABC1, ABC2, ABC3, DEF1, DEF2, DEF3, tendo sido realizada a execução dos postais das turmas ABC1, ABC2 e ABC3 em trabalho interdisciplinar com a disciplina de Educação Visual.

Esta iniciativa contou com uma grande adesão por parte dos alunos, bem como dos professores que coordenaram o desenvolvimento dos trabalhos, numa clara demonstração de empenho, dedicação e responsabilidade, proporcionando-se um ambiente de alegria e festividade, nos recintos escolares onde se promoveu a respetiva exposição.

O Conselho de Disciplina,

Francês 3.º CEB

No dia 12 de novembro do presente ano, pelas 10h30, na Praça da Autonomia de Câmara de Lobos, decorreu a cerimónia do Hastear das Bandeiras Verdes conquistadas pelas escolas do Município de Câmara de Lobos, no âmbito do Programa Eco-Escolas. A representar o nosso estabelecimento de ensino estiveram presentes vinte e dois alunos da turma C do oitavo ano, a Coordenadora do Programa Eco-Escolas, a professora Joana Martins, e o Presidente do Conselho Executivo, o professor António Mendonça.

A par deste evento, realizou-se um Peddy Paper sobre o tema “O Mar”. Cada escola participou com três grupos, compostos por três elementos. Um dos nossos grupos (Bruno Rafael Figueira Pereira, Pedro Francisco Pestana de Jesus, e Rodrigo Miguel Costa Camacho) ficou classificado em terceiro lugar, tendo subido ao pódio. Os alunos em causa foram homenageados com um prémio. 

Iniciativas desta índole honram o trabalho que a nossa escola tem desenvolvido, no sentido de melhorar o seu desempenho ambiental e ao mesmo tempo é mais um momento de possível reflexão para os envolvidos e para ti que nos lês. É necessário fazer parte da mudança, aquela que respeita comportamentos amigos do Ambiente e que (ainda) nos permite continuar a fazer parte deste Planeta. Cuidar do ambiente é cuidar de si.

 A Coordenadora do Programa Eco-Escolas

Joana Martins

No âmbito da comemoração do dia Mundial da Alimentação, dia 16 de outubro, e das novas disciplinas de Cidadania e Desenvolvimento e Apoio ao Estudo (com o tema Alimentação) que pretendem que os nossos alunos sejam mais colaborativos e mais cooperantes, a turma do 5.º G, em parceria com a turma do 5.º C, assinalou este dia com a recolha de alimentos para a posterior doação a famílias carenciadas e numerosas. Esta campanha contou com a colaboração das turmas B, C e E do 6.º ano. Deste modo, atuamos numa situação real, tendo em conta "a Educação para o Desenvolvimento, que visa a consciencialização e a compreensão das causas dos problemas do desenvolvimento e das desigualdades a nível local e mundial, num contexto de interdependência e globalização com a finalidade de promover o direito e o dever de todas as pessoas e de todos os povos a participarem e a contribuírem para um desenvolvimento integral e sustentável" (Estratégia Nacional para a educação para a cidadania). Mais do que aprender, os nossos alunos foram cidadãos ativos e atentos.

Agradecemos a todos os que contribuíram para a felicidade de todas as famílias que conseguimos abraçar e colocar um sorriso no olhar. Obrigada por serem solidários e por espalharem o amor!

O exercício nacional A TERRA TREME realiza-se no próximo dia 5 de novembro, pelas 11h05.

Esta iniciativa é promovida pela Autoridade Nacional de Proteção Civil e procura chamar a atenção para o risco sísmico e para a importância de comportamentos simples que os cidadãos devem adotar em caso de sismo, mas que podem salvar vidas.

Tem a duração de apenas 1 minuto, durante o qual os participantes são convidados a executar os 3 gestos que salvam: BAIXAR, PROTEGER E AGUARDAR.

Todos podem e devem participar: individualmente ou em grupo, em qualquer local onde se encontrem.

Muitas zonas do globo são propensas a sismos e Portugal é um território com zonas particularmente sensíveis a este risco. Podemos estar em qualquer lado quando começar um sismo, mas estaremos preparados para enfrentar uma situação deste tipo e recuperar dela rapidamente?

Conheça ou relembre os procedimentos que deve adotar antes, durante e depois de um sismo, e organize-se, à sua casa e família em 7 passos essenciais. Divulgue esta iniciativa junto da sua família, dos seus amigos e colegas de trabalho. Porque TODOS SOMOS PROTEÇÃO CIVIL!

Para mais informações sobre esta iniciativa, poderá visualizar o cartaz como também poderá visitar o sítio www.aterratreme.pt.

"Comece fazendo o que é necessário, depois o que é possível, e de repente você estará fazendo o impossível."

São Francisco de Assis

 Foi desta forma que terminámos a nossa reunião geral do passado dia 11 de setembro, seguida de um lanche convívio.

Acreditamos que o ano 2018/2019 traz-nos grandes desafios pois a nossa inquietude, em relação à formação pessoal e profissional da nossa comunidade, é constante. Queremos mais para os nossos docentes, desejamos mais para os nossos assistentes operacionais e técnicos, lutamos mais pelos nossos alunos e esperamos mais dos nossos encarregados de educação!

O Conselho Executivo congratula-se pelos inúmeros projetos em que a escola está envolvida. No ano letivo transato, levámos 13 docentes em formação ao estrangeiro, este ano contamos levar também alunos através do programa Erasmus +.

Estudar no Estreito é fazer História, este ano fazemos 40 anos de partilhas, de aprendizagens, de amores e desamores, de amizades para a vida, de esperança, de alegrias e lágrimas, de muito sucesso!

Contamos convosco para a concretização dos sonhos de toda a comunidade escolar.

O Conselho Executivo

Imagem de Pressfoto/Freepik

Parceiros Institucionais